ENSAIO - DESENHO COMO ATO DE PRESENÇA, 2020


DESENHAR A PERFORMANCE
Esculpir o gesto em busca da identidade própria



 

Instalação de video e som.
Video Projectado sobre 3 tecidos trasparentes. 250 x 200 cm


Fotografias da instalação.






A performance que é apresentada como vídeo projectado em três camadas de panos transparentes, mostra o meu corpo em movimento, filmado com gestos lentos e coordenados, aparece repetido em planos sucessivos, ficando estes registados - como marcações desenhadas em linhas de luz azul e vermelha – nos painéis de tecidos. Por sua vez estas imagens são repetidas em espelho. A Performance é, pois, desenhada pelo corpo-próprio, donde o título do trabalho Desenhar a Performance, em alusão ao texto de Katrin Gatinger. O corpo-próprio apresenta-se, por um lado, como princípio de individuação, na medida em que, através da sua gestualidade, o corpo é sempre epifania do eu, e por outro lado, pela sua capacidade de transformação tecnológica ou artística do mundo e da matéria, o corpo torna-se expressão da cultura e da civilização, repercutindo-se no tempo futuro sobre o mundo, a terra e os homens que a habitam, de modo imprevisível e irreversível. O resultado desta experiência é “o desenho de uma performance”, cujo gesto “esculpido” busca a identidade própria.
O gesto tem aqui um importante papel na busca desta identidade e daí eu usar o termo “esculpir” o gesto, pois acredito que são os gestos singulares, livres, meditados e verdadeiramente nossos, que podem ter um impacto positivo, destacando os gestos realizados pelos artistas no seu processo de trabalho. Só conseguimos criar verdadeiramente no gesto de fazer com verdade e com liberdade. Vilém Flusser (1920-1991) especifica que o gesto é fruto de um querer e não de movimentos involuntários. Enquanto expressão de intenção é, também, expressão de liberdade.

Vilém FLUSSER(1994). Los Gestos: fenomenologia y comunicación. Barcelona: Herder Katrin GATINGER (2009). “Dessiner la Performance”. In: Richard CONTE, Le Dessin Hors Papier. Paris: Sorbonne


...................................................................